Audiência discutirá estagnação da produtividade no Brasil - Tasso Jereissati

Audiência discutirá estagnação da produtividade no Brasil

Audiência discutirá estagnação da produtividade no Brasil

Imprimir
Apontar um diagnóstico sobre o processo de estagnação da produtividade no Brasil é o tema da primeira audiência pública do grupo de trabalho sobre reformas microeconômicas da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE).  O debate será nesta quarta-feira (19) às 14h30 na sala 19 da Ala Senador Alexandre Costa.

O grupo foi criado para identificar os principais obstáculos que compõem o chamado “Custo Brasil” e para oferecer soluções que facilitem a atividade empreendedora e empresarial no país, a fim de gerar mais empregos e renda. É presidido pelo senador Armando Monteiro (PTB-PE) e foi criado por sugestão do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE).

Para a audiência de quarta-feira, foram convidados o diretor-presidente do Insper, Marcos Lisboa; o chefe de Assessoria Especial de Reformas Microeconômicas do Ministério da Fazenda,  João Manoel Pinho de Mello; o professor da FGV/Instituto Brasileiro de Economia, Samuel de Abreu Pessoa; o diretor-executivo do Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (IEDI), Júlio Gomes de Almeida.

Estão previstas ainda mais duas audiências públicas nas próximas semanas.  O segundo debate, conforme Armando Monteiro, tratará dos spreads (diferença entre as taxas de captação e de empréstimo dos bancos). A terceira audiência pública terá como tema a contribuição do setor produtivo e do governo para a agenda de reforma microeconômica.